Escolha uma Página

O mercado é um campo que vem se apresentando cada vez mais concorrido e disputado, possuindo empresas que sempre se renovam e se moldam a partir das necessidades do mesmo. Dessa forma, como fazer sua empresa se destacar perante as demais?

O termo Branding pode ser considerado como um conjunto de ações que envolvem o posicionamento, os valores e os propósitos da marca, caracterizando-a de forma única e, portanto, com uma identidade própria. A resposta para as empresas se diferenciarem entre seus concorrentes envolvem diversos fatores como preço, qualidade, serviço, mas principalmente depende um Branding consolidado e desenvolvido de forma estratégica. Para isso, faz-se necessário se atentar em alguns pontos para a construção de uma marca que consiga criar sensações e conexões com o consumidor.

1. IDENTIDADE NÃO-VISUAL

A identidade não-visual é determinada pela parte estratégica da marca, sendo responsável por dar diretrizes à identidade visual que a empresa irá utilizar. A estratégia irá definir qual o propósito e o valor da organização, persuadindo o público consumidor a comprar seu produto. É importante saber que os clientes consomem não apenas pela necessidade que o produto consegue suprir, mas também pelo valor que o produto irá agregar aos mesmos. Pense em qual o valor e propósito com os quais a empresa quer compactuar.

2. IDENTIDADE VISUAL

Um passo importante para a construção de uma marca reconhecida no mercado é a definição de uma identidade visual única, que consiga conciliar e ressaltar as características da empresa. A identidade visual envolve diversos fatores, tais como: logo, manual da marca e linguagem.

Logo: Desenvolva um logo que consiga relacionar os interesses e o propósito da sua empresa com a identidade visual da mesma, através do cuidado com as cores que serão utilizadas, a maneira com que será a assinatura do seu logo, os formatos que serão definidos, a facilidade no entendimento e leitura, entre outros.

Manual da Marca: É importante que o manual da marca possua tudo que envolva sua marca, as cores, seus códigos, fontes utilizadas, versões, formatos, logos e suas formas, símbolos, e tudo mais. No link, você poderá ver um exemplo de manual da marca da empresa de telefonia móvel “Oi”: https://drive.google.com/file/d/0B0Tax0-x9mbxVERnOVVycEpaejg/view

Linguagem: Esse ponto em questão se entrelaça muito com o próprio manual da marca, visto que a linguagem é referente à unidade de estilo a qual a marca vai utilizar em sua comunicação. Dentro disso, é importante seguir um padrão de linguagem e estilo, como, por exemplo, o recorte fotográfico, o perfil de postagens, a maneira com que a empresa dialoga com seus públicos.

3. PERSONALIDADE

Outro ponto essencial na constituição de uma marca é qual será sua personalidade. É fundamental que a empresa possua uma personalidade única, construída a partir dos seus atributos e adjetivos. Nesse quesito, projete sua empresa como uma pessoa, como sua marca quer ser lembrada? Quais são suas características? Com o que eu quero que os públicos relacionem minha marca? Essas perguntas são importantes nesse passo.

4. PERSONA

Para entender a forma de definir uma marca consolidada, é necessário entender qual é o público da sua empresa, para isso, a definição de uma Persona é primordial. A Persona é uma pessoa específica, única, que deve ser considerada como um perfil do seu cliente ideal, ela envolve diversas características e atributos de uma pessoa física. É a partir dela que a empresa direcionará como sua marca irá se comportar para atingir o público específico.

Por exemplo: Márcia; 37 anos de idade; reside em Niterói; renda mensal de R$5000,00; dois filhos; passa a maior parte do dia longe das crianças; procura por um local seguro e confiável para educar seus filhos; confia mais em recomendações diretas.

5. COMUNICAÇÃO

Por fim, mas não menos importante, entra a comunicação. O processo comunicacional é um dos pontos mais cruciais dentro da consolidação e reconhecimento de uma marca, pois é ele o responsável por ser a ponte entre a organização e seus públicos. É nesse quesito em que entender quais são seus públicos e em quais canais eles se encontram que a comunicação se torna eficiente. Analise em quais mídias, canais ou meios de comunicação estão os públicos e, a partir disso, a linguagem que será utilizada com cada um deles pra que a comunicação reverta em resultados.

Share This