Tão importante quanto manter uma boa relação com os clientes, investir na comunicação interna é essencial para garantir colaboradores motivados, e por consequência disso, mais produtivos. Empregados satisfeitos tendem a atuar de forma mais: 

  • Comprometida
  •  Responsável
  •  Criativa 
  •  Engajada 

Os funcionários da organização estão abertos ao diálogo, e por isso, é papel dos gestores criar um ambiente de trabalho favorável e confortável, aberto para comunicação, com a cultura organizacional clara para todos e mantê-los sempre informados de tudo que ocorre dentro da empresa. Dessa forma, a equipe se sentirá pertencente e importante, passará a entender melhor seu papel dentro da empresa e o impacto que seu trabalho gera nos resultados da companhia. 

Quando os funcionários se sentem pertencentes e engajados com os objetivos da organização, se tornam mais produtivos, ou seja, contribuem e se esforçam mais para gerar resultados positivos. Afinal, eles são ferramentas indispensáveis para o sucesso da empresa.

A insatisfação dos funcionários também pode ser vista pelo público externo. A  equipe de trabalho se torna porta voz da organização pois colaboradores tendem a transmitir para familiares e amigos sua visão e opinião da empresa em que trabalham. Quando essa percepção for negativa, certamente o público formará uma imagem ruim da empresa e sua reputação será baixa. Além disso, a satisfação do funcionário também é refletida na forma que ele atende e lida com os clientes. Uma vez que eles se sentem responsáveis pelo sucesso da organização.

Por conta disso, é essencial se atentar para evitar colaboradores sobrecarregados, clima organizacional de baixa qualidade, falta de planejamento, ausência de um canal em que os funcionários possam expressar sua opinião e descontentamento. Uma vez que, como já visto, essas ações acarretarão na forma em que esse colaborador vai atuar e no seu grau de produtividade

Sabendo da importância que é manter a equipe de trabalho satisfeita é hora de investir na comunicação interna e nas ferramentas de monitoramento:

  • Pesquisas internas
  • Reuniões periódicas
  • Caixa de sugestões
  • Feedbacks e avaliação das lideranças
Share This