Campanhas Eleitorais podem ser ineficientes na ausência de um planejamento de comunicação e um planejamento financeiro adequado. Por isso, trouxemos dicas para você alcançar seus objetivos com um maior aproveitamento do investimento.

Campanhas Eleitorais são fundamentais para a visibilidade do candidato e de suas propostas. Apesar de ser eleições de diferentes esferas (ano para presidente, governadores e deputados, outro para prefeitos e vereadores), os brasileiros, a cada dois anos, têm o privilégio de exercer sua democracia ao eleger um governante que seja capaz de representar os ideais da população. 

Por esse motivo, as Campanhas Eleitorais são de extrema importância para os candidatos, uma vez que, tem como objetivo de divulgar as propostas dos candidatos e de conseguir estabelecer uma relação de proximidade com seus efetivos e potenciais eleitores. 

Visto que é de sumo importância esse planejamento, é necessário ter em mente estratégias para que suas ações sejam o mais eficaz possível, entretanto, todos os candidatos possuem um limite de gastos para a realização de ações para a promoção de sua visibilidade.

Esses limites são para a realização da campanha e para contratação de pessoal (o registro desses limites está fixado na Resolução TSE nº 23.607/2019). Por isso, além de ter um planejamento de marketing e de comunicação bem estruturado, é necessário um planejamento financeiro adequado, para que não precise extrapolar o orçamento para ter uma campanha eficiente, e ainda assim, suas ações podem ser frustradas.

Por essa razão, nós temos dicas de atitudes que vocês, futuros candidatos eleitos, podem tomar para ter uma campanha eleitoral que traga os resultados esperados, evitando gastos, com campanhas que são ineficientes.

1. BOAS ESTRATÉGIAS DE SUAS MÍDIAS

A grande verdade é que um candidato não existe sem um blog/site/redes sociais. Pelo fato de a internet ser algo inerente a nossa existência, dificilmente conseguimos fazer qualquer coisa, seja do âmbito profissional ou pessoal, sem que passemos pela web, e boa parte de nossa dependência dela deve-se ao fenômeno das Redes Sociais.

Estar no ambiente virtual já custa pouquíssimo, talvez o maior gasto que tenha é no investimento de consultoria e abastecimento de conteúdo em suas mídias.

Portanto, tenha seus sites bem estruturados, atualizados e com postagens que gerem tráfego, mas para isso, é necessário um planejamento estratégico realizado por um profissional da comunicação, especializado no estudo sobre seu público, e montar estratégias para gerar mais engajamento em cada uma de suas redes, e com a chegada de novos eleitores, montar um bom banco de dados.

LEIA NOSSO E-BOOK: COMO AS MÍDIAS SOCIAIS PODEM AJUDAR EM SUA CAMPANHA ELEITORAL

2. INVISTA NA PESQUISA ELEITORAL

Como definir e segmentar seu público-alvo? Entenda!

A pesquisa eleitoral é uma das ações mais inteligentes que se pode ter, pois por meio desse serviço, consegue-se conhecer o seu público de interesse e quais atitudes e estratégias que se pode tomar a partir daí.

E quanto mais focada, mais eficiente e menos custosa fica sua campanha. Então, qualquer operação a ser adotada será mais assertiva, precisa, e conseguirá chamar a atenção de potenciais eleitores.

Realizando a pesquisa eleitoral, é possível então segmentar seu público, ficará mais tranquilo para se relacionar e se aproximar deles, e é de extrema importância que mantenha contato, seja por e-mail, por WhatsApp, SMS ou carta, dependendo de seu público, a estratégia será diferente.

Ainda há outras ações de comunicação que podem tornar sua campanha eficiente e diferenciada, como por exemplo uma boa gestão de eventos, construção de um branding marcante para o candidato, claro que isto gerará mais custos, mas graças a economia feita até então, essas soluções poderão ser viáveis.

RECOMENDADO PARA VOCÊ:

PORQUE É IMPORTANTE ENTENDER SEU ELEITORADO DURANTE A CAMPANHA ELEITORAL?

LEIA NOSSO E-BOOK: COMO AS MÍDIAS SOCIAIS PODEM AJUDAR EM SUA CAMPANHA ELEITORAL

Share This