Você já se perguntou o que é o Posicionamento de marca? É bem comum acharem que envolva apenas reputação e a forma como a veem, mas engloba outros fatores como o sentimento e experiência causadas no público. Todavia, pode-se resumir na forma que você quer que seus clientes vejam, sintam e reconheçam sua marca.

Para ter isso definido, é preciso que se saiba: o público alvo e a funcionalidade do produto, visto que sem essas informações, não há possibilidade de saber como e qual posicionamento seguir, ou ao menos vender sua marca para que seus clientes tenham suas necessidades supridas e, por último, seu diferencial para que seja mais atrativo aos consumidores.

E agora? Bom, há algumas estratégias que você pode seguir, como o uso de campanhas e interação através das mídias, é o caso da Netflix, em que através de suas redes sociais, interage com seu público por meio de postagens engraçadas, gerando muito engajamento à marca, contudo, deve-se lembrar que isso deve ser feito com frequência, não necessariamente por redes sociais. Tornar seus funcionários cientes desse posicionamento também é essencial para que ajudem, diretamente e indiretamente, a atingir o objetivo.

 Além disso, é possível usar algo de ruim a seu favor, é o caso da Pepsi, que por ser segunda opção daqueles que preferem refrigerante cola, em 2009, a rede criou a campanha “Só tem Pepsi, pode ser?”, fazendo referência aos garçons que usavam essa frase quando os refrigerantes da empresa rival, Coca-Cola, acabavam. Isso gerou, não só mais reconhecimento, como também impulso nas vendas da empresa.

Posto isso, é evidente que a definição do posicionamento da marca e as estratégias que serão utilizadas devem ser extremamente eficazes para seu maior reconhecimento, tornando seu produto diferenciado e caracterizado pelo logo, propaganda e slogan. Um exemplo de marca reconhecida pelo posicionamento é a Nubank como já explicamos em um outro texto. Esse posicionamento feito de uma forma certeira, pode até mesmo torná-lo “mais famoso” que a mercadoria em si. Tendo como exemplo, o amido de milho (produto) que é chamado popularmente por Maizena (marca), isso tomou proporções tão grandes que o produto só é vinculado a uma marca. Fica claro que o investimento em comunicação pode mudar toda a trajetória e realidade de quaisquer empresas.

Share This